NÃO É DESGRAÇA SER POBRE.



Há coisas pior do que ser pobre, segundo nos traz este fado português. Oiçam- no na voz da esplêndida Mariza.

Não é Desgraça Ser Pobre
Mariza
Composição: Norberto Araújo & Santos Moreira

Não é desgraça ser pobre,
não é desgraça ser louca:
desgraça é trazer o fado
no coração e na boca.

Ao nascer trouxe uma estrela;
nela o destino marcado.
Não foi desgraça trazé-la:
desgraça é cantar o fado.

A moedinha de prata
vale mais do que a de cobre
Se a pobreza não nos mata
não é desgraça ser pobre

Desgraça é andar a gente
de tanto cantar, já rouca,
e o fado, teimosamente,
no coração e na boca

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Sobre este blog