HOJE


Hoje acordei , acordei com vontade de não ser 
Queria que hoje não existisse, queria o vazio
queria o nada, queria o inaudito
queria o ocaso

Hoje , só hoje , acordei assim
sem querer me ver , sem querer ter a mim
não queria esse dia, mas ei-lo aí
nao queria o dia de hoje

Hoje me senti sem sentidos 
não escutei, não senti, não vi nada em mim
vi o mundo vasto e vazio
vi a multidão individual

Hoje, só hoje, eu desejei não ser eu
não ser ninguém, cegar o gigante
e passar invisível pela vida
pela multidão individual

Por Rsg

FLORBELA ESPANCA-ALMA PERDIDA- NA voz de Miguel Falabela.

Toda esta noite o rouxinol chorou,
Gemeu, rezou, gritou perdidamente!
Alma de rouxinol, alma da gente,
Tu és, talvez, alguém que se finou!

Tu és, talvez, um sonho que passou,
Que se fundiu na Dor, suavemente...
Talvez sejas a alma, a alma doente
Dalguém que quis amar e nunca amou!

Toda a noite choraste... e eu chorei
Talvez porque, ao ouvir-te, adivinhei
Que ninguém é mais triste do que nós!

Contaste tanta coisa à noite calma,
Que eu pensei que tu eras a minh'alma
Que chorasse perdida em tua voz!...

OCASIÃO

Não é o fazer, não é o não fazer
É a circunstância motivadora
À ação ou  omissão
Do meu ver e não viver
Do meu ver e viver
Por que o viver de cada vivente
É aquilo que lhe basta


RSG


Seguidores

Sobre este blog